Comunicado,



O menu não está funcionando por conta de umas mudanças que estou fazendo no blog.

Em breve tudo estará pronto.Aos meus visitantes peço desculpas pelo transtorno porém coloquei um sofá para que todos não se cansem muito.

A partir de agora todas as postagens do Blog "Assado, Cozido ou Cru?" e"Palavras alheias já que minhas não são." estarão neste Blog:

Entre-Laços!
Enfim tudo Azul e ponto.


Oi!

Oi!
Entrem e sintam-se a vontade pra ler, comentar.É sempre uma honra recebê-los.

14/04/2012

Sou completa e ponto.

Isso mesmo sou completamente rica no que diz respeito a problemas emocionais.

Já tive Síndrome do Pânico, depois veio a Depressão, Transtorno Afetivo Bipolar, (eu acho que sou Hexapolar, mas deixa quieto) e até TOC o médico disse que tenho, Deus me acuda.

Segundo o médico quando existe a propensão para problemas desse tipo, dependendo da história de vida da pessoa, em determinados momentos um dos transtornos afloram, pode demorar muito tempo para aparecer e talvez em muitas pessoas passem despercebidos.

Bem eu tive todos rs embora todos estejam controlados, ainda faço terapia e tomo medicamento, nenhum muito forte, mas tenho que tomar.

Bem vamos ao que interessa.

A minha terapeuta me indicou um livro, na verdade ela me emprestou, eu adorei!!!!!!!!!!! leve, interessante e me ajudou muito.

 É uma leitura para todas as pessoas, independente se tenham ou tiveram algum  tipo de transtorno, numa linguagem simples, bem humorada e muito esclarecedora onde alguns aspectos como, sentimento de culpa que muitas vezes temos, pensamentos ruins e até nosso jeito de ser e de agir em determinadas circunstancias são muito bem definidos e é muito bacana entender.

O livro trata de muitas facetas que possuímos e isso é reconfortante quando descobrimos que faz parte do todo o ser humano, não somos um ET vivendo clandestinamente nessa bolinha redonda que chamamos de Terra.

O nome do livro é “Gente que mora dentro da gente”, autoria de Patricia Gebrim, vale a pena.  

Nenhum comentário :

Postar um comentário