Comunicado,



O menu não está funcionando por conta de umas mudanças que estou fazendo no blog.

Em breve tudo estará pronto.Aos meus visitantes peço desculpas pelo transtorno porém coloquei um sofá para que todos não se cansem muito.

A partir de agora todas as postagens do Blog "Assado, Cozido ou Cru?" e"Palavras alheias já que minhas não são." estarão neste Blog:

Entre-Laços!
Enfim tudo Azul e ponto.


Oi!

Oi!
Entrem e sintam-se a vontade pra ler, comentar.É sempre uma honra recebê-los.

08/01/2012

Não deixe de ler, vale a pena eu garanto.



Mais uma virada se aproxima...
(por Jordan Campos)

O racional instinto se embebeda de repente, como de costume de data, e infla o ego com suas mais reais e verdadeiras aspirações (pelo menos achamos, não é?). Uma mágica apodera o que não deveria ser mágico e transitório - refazemos planos e perspectivas mil.
Êita, dia primeiro de Janeiro, chegando!!!
Quantas promessas tu recebes, não é?
Quantos ritos para ti, sinceros, mas sob uma emoção e motivação, desculpe dizer, fúteis e tolas. Acostumamos, neste mundo ‘prático’ e cada vez mais ‘on line’, a buscar as receitas prontas da felicidade e do comodismo do controle remoto de nossas ditas virtudes para os dias vindouros.
E ficamos a dar voltas ano a ano, com promessas verdadeiras e práticas mentirosas, ou medrosas. Por quê? Simplesmente porque tentamos acelerar sem tirar o pé do freio.
Acredito que é muito melhor, para conseguir uma aceleração real e benéfica em 2012, retirar o pé do freio, do que tentar acelerar à qualquer custo com o baita pezão enfiado lá.
A coisa toda é essa. O ser humano tem uma capacidade maravilhosa de auto-realização, uma fé inata imensa, e pode muito bem alcançar as promessas e ser feliz, mas não sabe ser feliz, não ensinaram isso na escola... E se engana com a receita do ‘pisar no acelerador’ e apenas ir.
Palestrantes motivacionais ensinam truques para estarmos motivados, livros de auto-ajuda consomem as prateleiras... Sabemos inúmeros meios, mas não chegamos ao fim.
Quer fazer uma boa lista de fim de ano para sua alma?

Liste suas cargas negativas - liste onde precisa ser melhor – esqueça as coisas boas, foque nas “nem tão boas ainda”... Parece meio estranho, mas tente.
Tente refletir sobre isso: sobre as emoções baixas, sobre a recorrência de más atitudes para consigo e para com os outros... Sobre os ciclos, os boicotes, os medos...
Liste o que você tem em você, mas não que mais ter. Aquilo que te pertence, mas está inadequado, tirando sua energia, sono, fazendo pesar o “pé no freio”.
Nada de focar no que não tem e quer – não caia nesta cilada sem antes resolver a lista de cima. Tente entender suas cargas pesadas, veja de onde elas vêm, e tente então tirar o pé do freio. Você não precisa planejar nada de excepcional nem dizer as promessas de sempre.
Localize as cargas e experimente ver tudo isso indo para outro lugar, desimpedindo o antigo freio. Sua alma vai agradecer a exoneração desta parte tosca.
Não prometa que vai ter o que não tem, prometa tirar o que tem e o que não quer mais.
Leia de novo a frase anterior!!! Ela carrega o grande segredo.
Juro que dá muito certo, repasso com carinho.
Motivação para mim sempre foi informação.
Motivação, como a própria palavra diz é ter um motivo e colocar em ação.
Quando for pular as “sete ondinhas” desejando coisas boas, deseje retirar as cargas, e o resto vem sozinho - você vai acabar ajudando a diminuir a receita financeira dos livros de auto-ajuda vazios e das farmácias alopáticas e suas drogas para “alívio”.
Pense nisso – pense em você. Faça a coisa certa com a carga errada.
Nada de tentar fazer a coisa certa com o que você ainda não tem.
Um Feliz Ano Novo de muita paz, e entenda que para muitas vezes ter a paz é preciso ir à guerra, então... Boa Guerra, Coragem e Sucesso Real.

Grande beijo na alma!

Autoria de Jordan Campos
*******


Eu coloquei o texto exatamente como está no blog do Jordan, inclusive a imagem. Achei muito bom e mesmo já tendo passado as festas, eu acredito que vale a pena ler, façam uma visita ao site de  Jordan Campos, um Terapeuta Transpessoal e Iridólogo que escreve e todos valem como uma reflexão.

 

Nenhum comentário :

Postar um comentário